Prefeito Luiz Jairo participa de reunião com a bancada federal do RN

Prefeito Luiz Jairo participa de reunião com a bancada federal do RN


Publicado em: 23/10/2017 00:00 | Fonte/Agência: Linerik Comunicação

Whatsapp

 

Os oito deputados federais e os três senadores do estado compareceram à reunião e, diante de 135 prefeitos, se comprometem a solicitar ajuda financeira para os municípios ao Presidente da República, Michel Temer. Participam do evento os deputados Walter Alves, Felipe Maia, Antônio Jácome, Beto Rosado, Rogério Marinho, Zenaide Maia, Fábio Faria e Rafael Motta e os senadores José Agripino, Fátima Bezerra e Garibaldi Alves.
 
O Presidente da Femurn, Benes Leocádio, comemorou a presença dos prefeitos e dos parlamentares: "Ficamos muito felizes com a presença marcante de 135 prefeitos do RN, além da unanimidade da bancada. A partir daqui, entregaremos um documento que será levado pela bancada para o Presidente da República, solicitando o AFM, que é importante se dizer: não vai resolver de uma vez por todas a situação dos municípios, mas, pelo menos, diminui essa distância que a gente tá vivendo das receitas de 2016", afirmou.
 
Ainda de acordo com o Presidente da Femurn, o AFM solicitado pelo movimento municipalista brasileiro na ordem de R$ 4 bilhões irá contribuir para que as prefeituras cumpram suas obrigações neste final de ano: "Este apoio já ocorreu em três outras vezes, nos governos dos ex-presidentes Lula e Dilma, e fará com que uma boa parcela dos municípios cumpra, pelo menos, com o salário dos seus servidores, já que boa parcela das gestões não está conseguindo. Além do mais, dezembro é mês de obrigação dobrada, pois temos o pagamento do 13º salário", lembrou Benes.
 
O prefeito Luiz Jairo ressaltou a importância da ajuda do Governo Federal para o fechamento das contas dos municípios neste ano. “Com algumas exceções, todos os municípios brasileiros estão passando por dificuldades e o cenário não é diferente no nosso estado, se fazendo necessária essa ajuda da União, que é o ente que fica com a maior parte dos recursos, enquanto que às prefeituras cabe a maior parte dos serviços públicos”, observou.

*Com informações da Femurn